10 anos , 10 lições sobre autonomia financeira parte 1

Estas lições peguei de um milionário americano.

Vida frugal

Foi há quase 10 anos eu e minha esposa tivemos uma crise financeira onde percebemos que não seríamos capazes de pagar nossas contas naquele mês. De alguma forma isso me trouxe um sentimento de que, de alguma forma, eu estava bagunçando minha vida toda. Fazia 4 anos que eu e minha esposa tínhamos nos formado na faculdade e estávamos ganhando bem. Vivíamos em um apartamento pequeno com nosso filho. Nós éramos incapazes de pagar nossas contas pois eu e minha esposa TÍNHAMOS PÉSSIMOS HÁBITOS COM O DINHEIRO e o custo com o nosso filho só prejudicava ainda mais.

Foi ai que decidi que, uma grande mudança precisava acontecer em nossas vidas. Eu li vários livros sobre educação financeira na biblioteca local e aprendi muito sobre o que deveria melhorar em nossa situação financeira. A maior mudança que percebi que tinha que fazer era cortar drasticamente nossos gastos.

E foi basicamente o que fizemos, saímos de um modo “gaste rápido”, onde cortamos todos os gastos não essenciais de nossos hábitos de gastos. Nós vendemos muitos de nossos pertences acumulados rápido para pagar as contas contas que iam vencer e pagar nossas faturas de cartão de crédito.

Nós esperávamos que a mudança de nosso estilo de vida iria ser dolorosa – e algumas mudanças foram – mas descobrimos que muitas das mudanças e muitas delas se tornaram até prazerosas. Nós começamos a experimentar muita frugalidade durante o verão.

Desde aquela época nós saímos de um apartamento minúsculo e moramos em uma casa de quatro quartos, que está quitada, nós ainda temos dois carros, assim como tínhamos naquela época, mas os que tínhamos agora eram totalmente quitados. Nós tínhamos milhares de reais em débitos no cartão de crédito, hoje não temos débito no cartão de crédito. Tínhamos financiamento estudantil, agora não temos débito estudantil para pagar. Somos totalmente livres de débito.

Passando mais um tempo, estamos muito bem no caminho para a autonomia financeira. Nosso sobre é que ambos consigamos nos aposentar assim que o filho mais novo saia de casa e passarmos os anos juntos fazendo coisas que gostamos, como visitar todos os parques nacionais, construir uma caridade local e escrever uma novela.

Essas mudanças não foram fáceis. Ao longo do caminho tivemos que reavaliar e pensar profundamente sobre cada aspecto de nossas vidas. Mudamos nossas carreiras. Conversamos sobre ter mais filhos. Nos mudamos totalmente a forma como utilizamos nosso dia.

Durante tudo isso, algumas perguntas rondaram minha mente:

O que eu aprendi com tudo isso?

O que efetivamente fez minha vida melhor/ mais feliz?

O que eu sei hoje que eu gostaria de há 10 anos atras saber?

Aqui vão 10 lições que eu aprendi durante esses 10.

1. Gaste menos do que ganha, sempre.

Esta é a primeira das 10 lições que aprendi e o tempo mostra sempre, em todos esses anos que é real. Gaste menos do que ganha. Toda semana. Todo mês. Todo ano.

Se você seguir este princípio básico, você seguirá uma vida onde sempre terá recursos quando um imprevisto aparece. Não importa o que a vida joga pra você, você sempre conseguirá lidar com as adversidades facilmente, seja um evento ruim como a perda do emprego, ou um carro quebrado ou seja uma oportunidade de atravessar o país para uma nova carreira ou um amor que você esteja querendo conquistar.

Muitas pessoas tendem a olhar crises como algo ruim. Se você gastar menos do que ganha, significa que você está cortando gastos em moda, e muitos pensam que isso é parar de ir ao café conversar com os amigos quando na verdade não é.

O que você deveria cortar? Você corta brutalmente em tudo que não seja importante para você. Se você compra roupas de moda ao invés de ir aos outlets. Você eventualmente compra uma garrafa de gatorade em uma loja de conveniência. Seu objetivo é minimizar ou eliminar o dinheiro que vai para coisas que você realmente não se importa para que você tenha dinheiro suficiente tanto para o futuro quanto para as coisas que você se importa.

Outra parte importante é o caminho do ganho. Quanto mais você ganha, mais fácil fica você poupar para conquistar seus sonhos no futuro, eliminar suas dívidas rapidamente, conquistar algum patrimônio para aposentadoria rápido. Quanto mais você ganhar e poupa, mais rápida é sua jornada financeira.

2. Pense em suas decisões em termos de tempo, não de dinheiro

Tempo é um dos recursos mais importantes que temos em nossa vida. Não importa quanto você trabalhe, você nunca conseguirá mais do tempo. O dinheiro é só uma forma de medir o tempo. Você adquire uma quantidade de dólares por uma hora de trabalho, e ai você negocia esses dólares por um objeto ou uma experiência. Dinheiro é só uma forma de traduzir o tempo que você investe em coisas que você quer e precisa.

Por causa disso, eu penso na maioria das transações financeiras em termos de tempo, não dinheiro. Todo dólar que eu gasto equivale a aproximadamente 4 minutos de trabalho. Outra forma de olhar dessa forma é toda vez que eu gasto 120 dólares, eu estou adicionando mais um dia de trabalho em minha vida, um dia em que é basicamente preenchido com tarefas de trabalho e não com tarefas que eu gostaria de fazer.

Pensando de outra forma, há atitudes que tomo para poupar dinheiro e gastar menos tempo. Se eu puder fizer algo que irá poupar 120 dólares no próximo ano, isso significa que eu estou ganhando mais um dia de liberdade.

Esse tipo de pensamento realmente me motiva a tomar atitudes hoje que me façam poupar dinheiro. O motivo é que agora mesmo eu criei um ambiente mental onde eu possa me desafiar mais. Agora mesmo eu posso fazer algo como instalar uma porta ou limpar minha casa. Agora mesmo eu posso ir ao supermercado comprar coisas. Se eu escolher melhores decisões agora, eu estou essencialmente me dando o presente da autonomia financeira em algum momento de minha vida. Eu estou ganhando um dia sem trabalhar.

Eu adoro visualizar aqueles dias sem trabalho também. Eu penso em um dia chuvoso onde eu possa ficar deitado na cama vendo netflix ou ler um livro. Penso em horas fazendo alguma atividade física como acampar ou estar em uma cachoeira. Eu penso em reunir os amigos para jogar jogos de tabuleiro enquanto podemos conversar. Eu penso em ter um lanche e fugir com minha mulher para um local mais reservado e ter algumas horas de intimidade com ela. Eu penso em alguns planos ambiciosos. E eu aprendi tudo isso sendo mais inteligente com meu dinheiro.

A ideia é que meus pequenos passos frugais se traduzam em tempo livre.

 

 

Se você deseja continuar lendo este artigo sobre o que ele aprendeu em sua vida clique aqui!

 

Caso você queira fazer como ele e mudar definitivamente os rumos da sua vida clique aqui!

Caso você queira saber seu perfil financeiro clique aqui e saiba agora mesmo!

Caso você seja um investidor e deseja saber seu perfil de investidor agora mesmo clique aqui!

 

 

Descubra seu perfil Financeiro

Gabriel Pozzetti

Gabriel Pozzetti é investidor desde 2006 e trader, certificado ANCORD, CPA-20 e PQO Mesa. Se aprimorou nos Estados Unidos e hoje tem como missão ensinar pessoas a proteger seu dinheiro e encontrarem investimentos de alta rentabilidade e ajuda investidores ambiciosos a terem sucesso.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *