6 coisas que somente pessoas auto-exigentes podem entender

Todos conhecem o sentimento de estar sob pressão – ter prazos no trabalho, ir a um evento, tentar alcançar muitos objetivos.

Mas para alguns de nós, parte da pressão  vêm de nós mesmos. Nós nos cobramos  para alcançar mais e mais, e a ideia de falhar nos estressa. Nós amamos o sentimento de fazer um bom trabalho, mas nós frequentemente temos pouca tolerância por coisas pequenas.

Se você se cobra demais, conseguirá se identificar com estas 6 coisas.

1. Nós não gostamos de pedir ajuda

1

Nós não gostamos de pedir ajuda de outros porque nos importamos que eles pensarão que somos incompetentes. Nós lutamos para sermos capazes e independentes, mas somos mais do que felizes em ajudar qualquer um que precise de ajuda – e nós nunca os julgamos por pedir ajuda.

2. Nós queremos viver a vida ao máximo

2

Nós não queremos ter uma vida mediana, queremos ter uma vida incrível, feliz, bem sucedida. Nós somos duros com nós mesmos pois é preciso muto trabalho para alcançar o formidável.

3. Nós odiamos falhar

3

Ninguém gosta de falhar, mas nós realmente, realmente odiamos isso. Nós estamos sempre pensando em nossos objetivos, metas, como evitá-los e esta atitude tem benefícios. Nós frequentemente administramos a previsão de erros para que possamos não cometê-los, mas quando realmente cometemos um erro isso nós coloca para baixo.

4. Nós não conseguimos para de pensar sobre a crítica construtiva que nós recebemos

4

Se alguém nos oferece uma crítica construtiva (feedback), nós ouvimos  e lembramos por meses. É doloroso ouvir de primeira, assim como não gostamos de ouvir nada negativo sobre nós, mas vamos eventualmente seguir o conselho – qualquer coisa para melhorarmos nossas habilidades.

5. Elogio frequentemente nos faz sentirmos estranhos

5

Mesmo sabendo que trabalhamos duro, nós sempre ficamos surpresos ao ouvir elogios. Nós frequentemente nos preocupamos que a outra pessoa esteja simplesmente sendo legal conosco, então nós ficamos vermelhos e tentamos ficar o mais modesto possível. Nós somos mais inclinados a dizer “esqueça isso, não há problema” do que dizer “obrigado”.

6. Nós pedimos desculpas demais

6

Se nós desapontamos alguém, nós imediatamente nos desculpamos. Entendemos que cometemos um erro e a única alternativa é se desculpar e tentar consertar. Mesmo quando a outra pessoa nos perdoa, nós penamos para acreditar que ela tenha nos perdoado, porque esperamos que as outras pessoas são exigentes conosco também.

 

Caso você queira fazer como ele e mudar definitivamente os rumos da sua vida clique aqui!

Caso você queira saber seu perfil financeiro clique aqui e saiba agora mesmo!

Caso você seja um investidor e deseja saber seu perfil de investidor agora mesmo clique aqui!

Descubra seu perfil Financeiro

Gabriel Pozzetti

Gabriel Pozzetti é investidor desde 2006 e trader, certificado ANCORD, CPA-20 e PQO Mesa. Se aprimorou nos Estados Unidos e hoje tem como missão ensinar pessoas a proteger seu dinheiro e encontrarem investimentos de alta rentabilidade e ajuda investidores ambiciosos a terem sucesso.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *